Usuarios On-line







terça-feira, 5 de dezembro de 2023

Adolescente de 13 anos é morta a pauladas após se negar a ter relação com agressor


A adolescente Jennifer Wenddy Barbosa Luz, de 13 anos, teria sido morta a pauladas após se recusar a ter relações sexuais com o suspeito, identificado como Egnaldo da Silva, 26 anos. Segundo o delegado César Gomes, o homem negou a tentativa de estupro.

“Ele negou a tentativa de estupro e falou que matou a vítima após ela lhe chamar de corno, mas sabemos que essa não foi a motivação. Acreditamos que a adolescente recusou ter relações sexuais com o suspeito, que esmagou o crânio da vítima com um tronco de 20 quilos”, informou.

Egnaldo da Silva foi preso em flagrante no domingo (3) e teve a prisão preventiva decretada nessa segunda-feira (4) durante audiência de custódia. Ele será encaminhado para o presídio de Bom Jesus.

De acordo com o delegado, mensagens no celular comprovam que Egnaldo atraiu Jennifer e a enteada, de 14 anos, para uma barragem com a promessa de que elas seriam presenteadas com um celular.

“Chegando lá, elas foram agarradas pelos braços, mas a enteada do suspeito conseguiu se desvencilhar e fugir. Em posse da outra adolescente, o autuado tentou implementar um estupro, sem sucesso. Ato contínuo, se valendo de um tronco de árvore, desferiu vários golpes no rosto da adolescente, causando a sua morte”, contou.

O delegado revelou que apesar de não ter dito relação sexual, Egnaldo vai responder pelo crime de estupro e homicídio qualificado.