Usuarios On-line







quinta-feira, 11 de maio de 2023

Rock Nacional fica sem a sua Rainha Rita Lee



Rita Lee – Rainha do Rock Nacional / Foto: Reprodução da Internet

 

A música brasileira ficou mais órfã. É que faleceu, nesta segunda-feira (08.05), aos seus 75 anos de idade, Rita Lee, considerada uma das maiores cantoras e compositoras que o país já teve. Só hoje, 9 de maio, é que foi anunciada a morte da artista em seu perfil no Instagram.

A cantora paulista que em 39 anos de carreira gravou mais de 40 trabalhos, vinha fazendo tratamentos contra um câncer de pulmão diagnosticado em 2021. Ela chegou a dar entrada em fevereiro deste ano, no hospital, por causa da doença, mas a família tranquilizou os fãs e informou que o tratamento era previsto.

O velório da Rainha do Rock como muitos chamavam, será aberto ao público, das 10h às 17h desta quarta-feira (10.05), no Planetário do Parque Ibirapuera, na Capital paulista. “O corpo de Rita Lee será cremado como era o seu desejo em uma cerimônia privada”, diz o comunicado publicado pela família no Instagram da cantora.

A artista Rita Lee, dona de grandes álbuns ao vivo, singles e coletâneas era casada com o multi-instrumentista e compositor Roberto de Carvalho, com quem vivia cercada pela natureza e bichos em um sítio, localizado na Grande São Paulo.

Uma das mulheres mais influentes do Brasil era assim como muitos enxergavam Rita Lee que foi referência para quem, em meados dos anos 1970, se interessava pelo rock, gênero pelo qual despontou no grupo Os Mutantes onde permaneceu de 1966 a 1972, lançando cinco discos com a banda.


A cantora Rita Lee e o guitarrista Roberto de Carvalho / Foto: Reprodução da Internet

 

Dando sequência a sua trajetória artística, em 1967 Os Mutantes acompanhou o cantor Gilberto Gil na apresentação da música Domingo no Parque, que conquistou o 2º lugar no 3º Festival da Música Popular Brasileira. Já em 1972, Rita Lee lançou Hoje é o Primeiro Dia do Resto da Sua Vida.

Mais à frente em 1974, a artista lançou Atrás do Porto Tem Uma Cidade e, em 1975, o álbum Fruto Proibido, em parceria com a banda Tutti Frutti, que é tido como um marco fundamental na história do rock brasileiro. Alguns fãs o consideram como sua obra-prima. Ainda, neste mesmo trabalho, Lee lançou clássicos como “Agora Só Falta Você”, “Esse Tal de Roque Enrow”, “Ovelha Negra” entre outros.

Em seguida, ano de 1976, Rita Lee iniciou o seu relacionamento com o guitarrista Roberto de Carvalho que, a partir daí, passou a ser o parceiro da maioria de suas canções, além de lhe acompanhar em todas as apresentações realizadas ao vivo. O casal teve três filhos, entre eles, o também guitarrista Beto Lee, que acompanhava os pais nos shows.

Aqui está um pouco da história da cantora vegana e defensora dos direitos dos animais, Rita Lee, que teve aulas de piano na infância e grandes influências musicais. Foi na adolescência que a artista passou a ter gosto por música, e com a parceria de amigos, começou a se apresentar em pequenos grupos, vale ressaltar.