Usuarios On-line







sexta-feira, 16 de dezembro de 2022

Homem suspeito de ligação com 46 homicídios em Fortaleza é preso pela Polícia Civil no Paraguai


Um homem suspeito de ter ligação com 46 homicídios ocorridos em Fortaleza, somente neste ano de 2022, e apontado como chefe de uma facção criminosa que atua no Ceará, foi preso no Paraguai. Ação ocorreu após o trabalho da Policia Civil do Ceará em parceria com a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e da Polícia Paraguaia. Ele foi detido nesta quinta-feira, 15, em Salto Del Guaira, no Paraguai.

O homem é apontado como um dos chefes da “Massa” no Jangurussu e suspeito de ligação com 46 homicídios ocorridos em Fortaleza neste ano.

 


Brasileiros presos nesta quinta-feira (15) na cidade paraguaia Salto Del Guairá. — Foto: Senad/ Divulgação

 

Conforme o portal ABC, José Renan Oliveira, conhecido como “Formiga”, foi detido na cidade que faz fronteira com o Brasil. Imagens divulgadas pela TV do Paraguai mostram o momento da prisão de José Renan, que é um dos chefes da “Massa” na área do Jangurussu.

De acordo com a Polícia Civil, a operação foi chamada de “Anúbis”, em referência à divindade egípcia representada com rosto de chacal e conhecido por ser o Deus dos mortos e da mumificação. Mais detalhes sobre o caso serão divulgados em coletiva de imprensa.

 

Jéssika Sisnando