Usuarios On-line







sábado, 20 de janeiro de 2024

Pedro Lobo (PT) considera o campus do ITA Fortaleza, uma importante conquista do povo cearense



"O ITA vai fortalecer o desenvolvimento tecnológico e a formação de jovens do Ceará e de todo Nordeste ", disse Pedro Lobo.

Em dia histórico para o estado do Ceará, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou a pedra  fundamental do campus do Instituto Tecnológico da Aeronáutica - ITA, em Fortaleza.


A cerimônia aconteceu na base aérea de Fortaleza, na tarde desta sexta-feira (19) e contou com a participação do Governador do Estado do Ceará, Elmano de Freitas, o ministro da Educação Camilo Santana, ministro da Defesa José Múcio Monteiro, comandante da Aeronáutica tenente-brigadeiro Marcelo Damasceno e da Ministra da Ciência e Tecnologia e Inovação, Luciana Santos. 

O ex-deputado estadual e vereador do município do Crato, Pedro Lobo (PT) participou da cerimónia e considerou a instalação do Campus do ITA, em Fortaleza, um avanço educacional para o estado. 


"O ITA vai fortalecer o desenvolvimento tecnológico e a formação de jovens do Ceará e de todo Nordeste ", disse Pedro Lobo.


O vereador cratense, que já ocupou uma cadeira na Assembleia Legislativa do Ceará, nós últimos quatro meses de 2022, destacou que avançar na educação é investir no futuro, no conhecimento, na geração de emprego e renda e no desenvolvimento social. 

Lula disse, durante a cerimônia,  que vai trabalhar até o final do mandato para resolver o problema da educação no Brasil e consolidar o processo de educação no país.
O governador do Ceará, Elmano Freitas, afirmou que a instalação do ITA no estado é um marco para a pesquisa e para o desenvolvimento do estado do Ceará. 

O governador anunciou a implementação de um curso preparatório para os alunos da rede pública estadual direcionado ao vestibular do ITA.


O ministro Camilo Santana ressaltou que O ITA do Ceará terá a mesma excelência do instituto de São Paulo. E em breve vai ser lançado o concurso para os futuros professores do ITA do Ceará”, acrescentou.


O instituto será abrigado nas instalações da Base Aérea de Fortaleza. O primeiro vestibular será realizando ainda este ano e deverá selecionar 50 alunos. Serão 25 vagas para os cursos de Engenharia de Energia e Engenharia de Sistemas.





Fotos: Rick Montesir