Usuarios On-line







quarta-feira, 6 de dezembro de 2023

Vereador Pedro Lobo (PT) solicita audiência pública para discutir preços da água e esgoto cobrados pela Ambiental Crato

 

A Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento  (ARIS), órgão responsável pela fiscalização do contrato entre município e Aegea Ambiental Crato, será convidada para participar da audiência pública 

No ano legislativo de 2023, em conclusão na Câmara Municipal do Crato, a Ambiental Crato, empresa responsável pelos serviços de esgotamento sanitário e pela cobrança da taxa de água e esgoto da zona urbana da cidade, foi a campeã de reclamação. 

Neste período, vereadores e usuários apresentaram descontentamento com os serviços prestados pela Ambiental Crato, praticamente em todas as sessões, sendo o motivo principal, os preços das taxas de água e esgoto. 

A rotina de reclamações reverberada na Câmara Municipal do Crato, não é diferente em emissoras de rádio e nas redes sociais. 

Na sessão ordinária desta terça-feira (05), o vereador Pedro Lobo (PT) apresentou e aprovou requerimento, solicitando uma audiência pública para discutir com a Ambiental Crato, os serviços prestados pela empresa, dirimir dúvidas, esclarecer de forma transparente à população todas as demandas, principalmente as que têm gerado tanta insatisfação.  

Além dos preços da água e de esgoto, cobrados aos usuários, a audiência pública discutirá a instalação de hidrômetros, rede coletora e estações de tratamento. 

O vereador Pedro Lobo, autor do requerimento, afirmou que a Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento  (ARIS), órgão responsável pela fiscalização do contrato entre município e Aegea Ambiental Crato, será convidada para participar da audiência pública e explique como está monitorando precos e obras realizadas.

"Também serão convidadas a  Sociedade Anônima de Água e Esgoto do Crato ( SAAEC), gestão municipal, a população usuária dos serviços", entre outros órgãos representativos da sociedade civil, informou.

Pedro Lobo, liderança política do município do Crato, ressaltou que defende a implantação do saneamento básico, mas de uma forma que não cause insatisfação e prejuízos para sociedade cratense. 

O contrato de concessão de esgotamento foi assinado no dia 23 de maio de 2022, entre o município e a empresa Ambiental Crato.