Usuarios On-line







sábado, 16 de dezembro de 2023

Francisco completa 87 anos e termina 2023 mais ‘livre’ sem sombra de Bento 16


Em clima de aniversário, com 87 anos completados neste domingo (17), o papa Francisco chega ao fim de um intenso 2023, pelo ritmo de trabalho apesar da saúde frágil e pelos embates que decidiu travar, com resultados que nem sempre lhe foram agradáveis.

O ano já começou com um grande acontecimento. O funeral, em janeiro, do seu antecessor, Bento 16, que encerrou o inusitado período em que dois papas conviveram dentro do Vaticano. A partir disso, houve uma sucessão de marcos: a intensificação de seu ativismo diplomático pela paz; a nomeação do maior número de cardeais de seu pontificado e outras mudanças na Cúria Romana; a realização de um questionado Sínodo dos Bispos e um novo texto sobre emergência climática.


Tudo isso e mais cinco viagens internacionais e duas internações hospitalares, incluindo uma cirurgia com anestesia geral, além de outros mal-estares recorrentes. Ainda houve ataques vindos do agora presidente Javier Milei durante a campanha na Argentina e nem da inteligência artificial Francisco escapou -sua imagem falsa vestindo um casaco branco da moda viralizou e acendeu alertas sobre o alcance de novas ferramentas. Ele inclusive pediu um tratado internacional para regular a tecnologia.

Ao mesmo tempo, 2023, no qual ele completou uma década de papado, foi o ano em que Jorge Bergoglio escancarou sua reação à feroz oposição que enfrenta de setores do clero, em especial da ala ultraconservadora que faz barulho nos Estados Unidos.