Usuarios On-line







quinta-feira, 23 de novembro de 2023

Após anunciarem greve, trabalhadores dos Correios desistem de paralisação na véspera da Black Friday



Após uma reviravolta, os funcionários dos Correios decidiram trabalhar normalmente durante a Black Friday, cancelando a paralisação que estava prevista para começar nesta quinta-feira. Sindicatos representativos dos trabalhadores em diversos estados aprovaram a proposta da empresa, que inclui um aumento de R$ 250.

Apesar de uma assembleia prevista para hoje, os trabalhadores da cidade de São Paulo também devem aceitar a proposta dos Correios, de acordo com informações apuradas pelo jornal Folha de São Paulo.

Inicialmente, o secretário de comunicação da Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios havia confirmado a greve, mas posteriormente novas assembleias decidiram cancelar o movimento.

A paralisação seria uma resposta à recusa da direção dos Correios em ajustar cláusulas do acordo coletivo, apesar de 50 dias de diálogo. No entanto, a empresa afirma que 100% do efetivo está mantido.

Além do aumento de R$ 250, a empresa destacou avanços nas negociações, como abonos salariais, licença paternidade de 20 dias e ampliação do horário especial de amamentação. Caso a greve tivesse acontecido, os Correios tinham planos para contratação de mão de obra terceirizada e horas extras, entre outras medidas.