Usuarios On-line







quarta-feira, 4 de janeiro de 2023

Postos de combustíveis começam a ser notificados por alta nos preços


A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacom), notificou cerca de oito entidades empresariais de postos de combustível por alta no preço do material. O órgão está autuando estes estabelecimentos após promessa do novo ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, ter sido realizada. A Senacom aguarda a justificativa para as altas dos preços em até 48 horas por parte das empresas.


Foto: (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

As notificações ocorreram nesta terça-feira (3), em cinco estabelecimentos do Rio de Janeiro, dois postos de São Paulo e um do Paraná. Após a Senacom receber as respostas dos representantes das entidades, o órgão irá tomar as providências necessárias.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), prorrogou por mais dois meses o corte de impostos federais sobre os combustíveis. O corte na cobrança dos impostos sobre diesel, querosene de aviação e gás de cozinha também devem ser mantidos por mais um ano.

O novo ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira (PSD-MG), afirmou em seu discurso de posse que a pasta irá adotar medidas para proteger os consumidores de oscilações internacionais no preço dos combustíveis. “Precisamos implementar um desenho de um mercado que promova a competição, mas que preserve o consumidor da volatilidade de preço dos combustíveis”, disse o ministro.