Usuarios On-line







quinta-feira, 19 de janeiro de 2023

Foragido da Justiça por estupro de vulnerável é capturado pela Polícia Civil em Croatá



Uma ação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), por meio da Delegacia Municipal de Guaraciaba do Norte, resultou na prisão de um homem de 28 anos que estava foragido da Justiça por um crime de estupro de vulnerável. A ação criminosa ocorreu em maio de 2021, contra uma adolescente de 17 anos com deficiência. O crime foi registrado na zona rural do município de Croatá, pertencente à Área Integrada de Segurança 14 (AIS 14) do Estado. A captura ocorreu por força de cumprimento de um mandado de prisão preventiva na manhã dessa terça-feira (17).

Após o registro de um Boletim de Ocorrência (BO) informando o crime, os policiais civis de Guaraciaba do Norte deram início às investigações e confirmaram a identidade do suspeito. Com o levantamento das informações, a unidade policial representou ao Poder Judiciário pela prisão preventiva do investigado.

O homem, que não terá a identidade revelada para preservar a identidade da vítima, também estava sendo investigado por crimes de violência doméstica e por descumprimento de medidas protetivas de urgência contra a ex-companheira. O suspeito estava foragido da Justiça desde a expedição da ordem judicial, em 2021.

Na manhã desta terça, os policiais civis identificaram a localização do suspeito e realizaram diligências para capturá-lo. O homem foi encontrado na localidade de Sítio Repartição, na zona rural de Croatá, e conduzido para a Delegacia Municipal de Guaraciaba do Norte. Na delegacia, foi cumprido o mandado de prisão preventiva pelo crime de estupro de vulnerável e o homem foi entregue à disposição da Justiça.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As informações podem ser direcionadas para o (88) 3652–2001, da Delegacia Municipal de Guaraciaba do Norte.

As denúncias podem ser encaminhadas ainda para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, pelo qual podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. O sigilo e o anonimato são garantidos.