Usuarios On-line







sexta-feira, 6 de janeiro de 2023

2.970 mortes | Ceará fecha o ano de 2022 com redução de 10% nas mortes provocadas por crimes violentos



O Ceará fechou o ano de 2022 com redução de 10% nos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs), em comparação a 2021, que já havia encerrado seus doze meses também com diminuição no indicador se comparado com o ano anterior. Esse é o segundo menor número de CVLIs desde 2012. Assim como o Estado, todas as regiões também apresentaram retração no indicador. Os dados foram gerados pela Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), órgão vinculado à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

No Ceará, foram registrados 3.299 casos, em 2021, contra 2.970 em 2022, com uma redução de 10%. Entre os territórios, a maior queda foi na Região Metropolitana da Capital, com -14,3%, com 778 CVLIs contra 908. Em seguida vem o Interior Sul, com uma redução de 11,5%, indo de 728, em 2021, para 644, no ano passado. Interior Norte foi de 763 para 698, com -8,5%. Já a Capital cearense reduziu em 5,6%, com 850 CVLIs no ano passado e 900 em 2021. O número de CVLIs em 2022, em Fortaleza, é o segundo menor desde 2009.

Durante todo o ano de 2022, várias ações conduzidas pelo Governo do Ceará, visando combater os crimes, foram adotadas, bem como aquelas apontadas como exitosas tiveram sua continuidade. À exemplo disso está a expansão e a melhoria das estruturas das instituições; o aumento de efetivo com a realização de concursos públicos para as Polícias Civil e Militar e a Perícia Forense do Estado do Ceará; expansão do Raio e do Videomonitoramento da SSPDS; criação do Comando de Prevenção e Apoio às Comunidades (Copac) da PMCE; entre outras iniciativas.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Samuel Elânio, comentou sobre os próximos passos da Segurança Pública. “Conforme anunciado pelo próprio governador Elmano Freitas, não se faz inteligência se não se investe na principal ferramenta dela, que é o efetivo de profissionais. Então, já foi realizado um aumento de profissionais da inteligência da Polícia Civil e da própria Coordenadoria de Inteligência da SSPDS. Com o concurso da Polícia Civil, que está vigente ainda, a ideia é fortalecer esse tipo de trabalho, pois sem ele não há uma atuação efetiva das Forças de Segurança. Então, vamos incrementar as ações investigativas e ostensivas, com a Polícia Militar, nos conjuntos habitacionais, que é uma demanda do próprio governador. Reforçaremos o trabalho integrado entre os órgãos de segurança pública, com o objetivo de diminuir a criminalidade em todo o Estado”, disse.

Dezembro

No último mês de 2022, a região com maior retração foi a Norte, com -32,5%, indo de 77 casos para 52. Em seguida veio o Interior Sul, com redução de 14,5%, com 62 CVLIs em dezembro de 2021 contra 53 do mesmo mês de 2022. Fortaleza reduziu sua estatística em 5,6%, indo de 72 para 68. Região Metropolitana apresentou uma variação de 23%, indo de 61 para 75. O Ceará fechou com redução de 8,8%, com 272 contra 248