Usuarios On-line







quinta-feira, 5 de janeiro de 2023

207 pessoas foram capturadas durante ações da Polícia Civil do Ceará em dezembro de 2022



Diligências, trabalho de inteligência e ações ininterruptas, são essas as ferramentas utilizadas pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), que resultaram nas capturas de 207 homens e mulheres no último mês de 2022. Os alvos, que tinham decisões judiciais em aberto ou localizados em situação de flagrante foram retirados de circulação em diversos municípios do Estado. Vale ressaltar que as denúncias e apoio da população foram importantíssimas para a captura dos suspeitos. Entre as ofensivas, em um único dia, a PC-CE capturou em flagrante um grupo de 10 pessoas com atuação em Caucaia, pelo crime de integrar organização criminosa.

As 207 pessoas capturadas, no último mês de 2022, tinham envolvimento direto com crimes de homicídio, tráfico de drogas, integrar organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo, roubo e receptação. Destes, 14 são adolescentes envolvidos em atos infracionais análogos aos crimes de lesão corporal, tráfico de droga, integrar organização criminosa, roubo, furtos e crimes contra a fé pública.

Quem destaca esses números e fala do trabalho da Polícia Civil, é o novo delegado geral da PC-CE, Márcio Gutiérrez. “As prisões e apreensões são resultados do trabalho desenvolvido por todos que fazem a Polícia Civil do Ceará. Podemos destacar que o reforço no efetivo da instituição ampliou nossa capacidade investigativa e operacional.”, disse o delegado geral. Márcio Gutierrez fez uma projeção para o ano que iniciou. “Em 2023, o nosso foco é aumentar o número de prisões, garantindo ainda mais segurança para a população cearense, bem como continuar a redução de crimes contra a vida e patrimônio”, disse ele.

10 capturados em uma única ação da PC-CE

Entre as ações com resultados expressivos, destaca-se a captura de 10 pessoas, nove adultos e um adolescente. A ação da PC-CE aconteceu no último dia 16 de dezembro, em uma operação em combate aos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) na Região da Caucaia – Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11) do Ceará. No dia, os alvos estavam em uma casa, onde, com base nas informações colhidas pelos investigadores, era usada para a venda de drogas e ponto de encontro dos membros de um coletivo criminoso.

Além das capturas, foram apreendidos dois revólveres, uma pistola, carregadores de armas, 103 munições variadas, mais de um quilo de drogas – cocaína, crack e maconha –, mais de R$ 1 mil em espécie, radiocomunicadores, 11 celulares, além de vários utensílios para embalar as drogas.