Usuarios On-line







quarta-feira, 14 de dezembro de 2022

Vamos ter um Natal mais humilde e enviar o que economizarmos para o povo ucraniano”, pede Papa Francisco


Nesta quarta-feira, 14, o líder da Igreja Católica pediu que as pessoas optem por viver um Natal mais simples neste ano para que possam contribuir com doações à Ucrânia, que está em conflito com a Rússia e enfrenta fome e frio.


Foto: Reprodução/Instagram

“É lindo celebrar o Natal, mas vamos baixar o nível de gastos. Vamos ter um Natal mais humilde, com presentes mais humildes, e enviar o que economizarmos para o povo ucraniano”, solicitou o Papa Francisco, que desde o início do embate tem comentado a situação no leste europeu.

“Eles estão sofrendo muito, estão passando fome, sentem frio, e muitos estão morrendo porque não há médicos e enfermeiros suficientes disponíveis”, afirmou o Pontífice. “Não vamos esquecer. Natal, sim. Em paz com o Senhor, sim. Mas com os ucranianos em nossos corações. Façamos este gesto concreto por eles”, disse.

É válido lembrar que, há uma semana, Francisco chegou a chorar enquanto falava da situação vivida pela Ucrânia. Para ele, o país é uma nação martirizada. Em setembro, o Papa, que se ofereceu para mediar o conflito com a Rússia, afirmou que considerava “moralmente aceitável” a doação de armas de países do Ocidente