Usuarios On-line







quarta-feira, 28 de dezembro de 2022

Porte de arma é suspenso no Distrito Federal até o dia 2 de janeiro


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, suspendeu as autorizações de porte de arma e munições, no Distrito Federal, de forma temporária. A decisão foi tomada após a equipe de transição do governo do atual presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pedir pela suspensão para aumentar a segurança da cerimônia de posse de Lula, que deve ocorrer no domingo (1º), em Brasília.


Foto: Reprodução

A restrição do porte de armas e munições será válida entre 18h desta quarta-feira (28) até segunda-feira (2). Caso a decisão seja desrespeitada, a polícia pode autuar em flagrante por porte ilegal de arma. A preocupação com a segurança do evento foi aumentada após uma tentativa de atentado com bomba ter sido realizada próximo ao aeroporto de Brasília por um homem. George Washington de Oliveira Sousa, de 54 anos, foi autuado em flagrante por terrorismo após confessar ter montado e instalado o item em um caminhão.