Usuarios On-line







sábado, 31 de dezembro de 2022

Irmã de Pelé conta como foi a despedida e o que conversaram no último encontro



A irmã de Pelé, Maria Lúcia Nascimento, afirmou que o Rei do Futebol morreu “em paz”, e contou detalhes sobre a última conversa com ele, já no Hospital Albert Einstein, em São Paulo (leia abaixo). Segundo ela, a mãe, Celeste Arantes, ainda não sabe sobre a morte do filho.

Maria Lúcia afirmou que, no último encontro com o irmão, que aconteceu pouco antes da morte, na última quinta-feira (29), Pelé parecia calmo. “Ele estava tranquilo, graças a Deus, acho que sabendo do processo, da caminhada dele”.

Falei: ‘logo eu volto’. E ele disse: ‘tá bom’. Então falei: ‘Fica com Deus’ e ele respondeu: ‘obrigado, vai com Deus’. Foi assim a última vez que eu falei com meu irmão.
— Maria Lúcia Nascimento, irmã de Pelé
Lutando contra um câncer no cólon desde o ano passado, o Rei do Futebol teve ‘o tempo de Deus’ para partir. Isso é o que crê a irmã. “Todos nós vamos um dia, mas ele teve o tempo de Deus para que quando fosse, fosse tranquilo e em paz, junto com os filhos e os netos”.

“Quando Deus chama, a gente deve estar preparado para dizer: chegou a minha hora”, disse Maria Lúcia.

Infância feliz

Aos 78 anos, Maria Lúcia é a caçula da família. Para ela, não há palavras que descrevam como é ser irmã de Pelé. “Primeiramente sou irmã do Edson, Edson querido, de uma família unida. Ser irmã do Pelé é inexplicável, porque ele foi escolhido por Deus para representar o Pelé aqui na Terra”, declara.

Nascida em São Lourenço (MG), ela lembra que Pelé é conhecido como ‘Dico’ na família: “Minha avó paterna Ambrosina que deu esse apelido”.

 

Fonte: G1