Usuarios On-line







sábado, 24 de dezembro de 2022

Em Iguatu, mulher pede árvore de Natal para realizar sonho dos 3 filhos



Em tempos de Natal são muitas as histórias envolvendo pessoas que têm sonhos a realizar. E quando os sonhos estão distantes de encontrar a realidade, as pessoas buscam ajuda de outros que possam contribuir na construção e realização.

Hoje, 24 de dezembro, é véspera de Natal, um milagre pode acontecer. Mas há pessoas que preferem não esperar e correm atrás.

Foi o que fez a dona de casa Lidiene Moreira Mota, 28, moradora do distrito de Gadelha, zona rural de Iguatu. Ela entrou em contato com uma emissora de rádio da cidade e fez um apelo ao locutor do horário pedindo que ele arranjasse uma árvore de Natal, porque, segundo ela, é um sonho de seus três filhos e como ela não tem condições financeira de comprar o ornamento, resolveu apelar a população. As crianças têm 4, 5 e 2 anos e nunca tiveram uma árvore de Natal.

“É o sonho dos meus três filhos, mas infelizmente não pude comprar”, contou ela.

Lidiene é uma mulher simples e batalhadora. Para sustentar os três filhos, trabalha e se desdobra como pode. É uma luta diária para dar conta das atividades de casa e cuidar dos filhos. A doméstica confessou que falta dinheiro para muitas coisas, e quando chega o fim de ano é sufoco, porque são muitos compromissos para sanar e pouco dinheiro.

Se imaginarmos que existem demandas bem maiores no meio da sociedade, que apontam para grandes necessidades da população, o pedido de uma árvore de Natal para embalar o sonho de três crianças de uma mulher simples, é um pedido ingênuo e fácil de se concretizar. Afinal, os sonhos do Natal estão bem mais perto da realização quando eles vêm com a simplicidade e a pureza das crianças que sonham, não com os presentes, mas sim com a ‘árvore’, para iluminar a sala e a família sentar em torno dela, podendo contemplar uma das simbologias mais originais do Natal, a ‘árvore’, que representa o pinheiro, o sentido da prosperidade.

Com informações do Jornal A Praça.