Usuarios On-line







quarta-feira, 14 de dezembro de 2022

Bombeiros salvam cadela e pato de ataque de abelhas em quintal de casa em Fortaleza



O Corpo de Bombeiros realizou o resgate de uma cadela e um pato que estavem sendo atacados por abelhas no quintal de uma casa no Bairro Conjunto Esperança, em Fortaleza. Apesar do ataque, os dois animais passam bem. O caso aconteceu no sábado (10).

Segundo o o 1º tenente Antônio Magalhães Júnior, as abelhas africanizadas estavam bastante agressivas sendo necessário a utilização de duas marcações de apicultor.

“Um enxame de abelhas (colmeia) localizado em uma árvore (mangueira), caiu no quintal de duas residências, sendo necessário o resgate de dois animais”, relatou.

O que fazer em caso de ataque de abelhas africanizadas

O Corpo de Bombeiros reforça e alerta que as abelhas são agressivas quando se sentem ameaçadas. Portanto, muito cuidado ao avistar um enxame de abelhas. Ruídos, cheiro forte (evitar perfume), tremores, vibrações, movimentos rápidos chamam a atenção delas. Todavia, quando o ataque é desencadeado, as abelhas atacam indiscriminadamente a todos que estiverem nas redondezas.

Entretanto, os sintomas na pessoa picada podem variar de vermelhidão local a morte, dependendo do número de picadas e da sensibilidade da pessoa ao veneno da abelha. Aconselha-se procurar assistência médica o mais rápido possível.

Algumas dicas de como proceder em caso de ataques:

Sempre, afaste-se da colmeia o mais rápido possível e sem fazer barulho;

Caso seja atacado. Fuja, se conseguir, corra dentro de alguma plantação realizando zig-zag. E só pare quando tiver certeza absoluta que elas não estão mais atrás de você;

Não tem um plantação por perto nem um ambiente aberto que permita a corrida? Se tiver algum rio ou piscina, mergulhe. Uma das formas mais clássicas de evitar um ataque desses é indo para baixo da água.

Quando já estiver protegido, socorra quem estiver sendo atacado com uma coberta ou algo parecido, ou a uma distância segura, onde já não se observem abelhas sobrevoando;

Se a vítima receber grande número de picadas, chame o serviço de emergência médica para que a pessoa atacada receba os devidos cuidados;

Independentemente do número de ferroadas, se estiver se sentindo mal (queda de pressão, falta de ar, aparecimento de manchas avermelhadas pelo corpo ou outro sintoma), procure atendimento médico imediato. Você pode ser alérgico e precisará de atendimento rápido.

Primeiros socorros

Por fim, quando a pessoa já estiver em segurança, fora do raio de ação das abelhas, recomenda-se proceder conforme descrito abaixo:

Retirar imediatamente os ferrões para evitar que todo o veneno seja injetado na vítima. Para isso, não utilizar o dedo ou pinça, a fim de não comprimir a bolsa de veneno. Recomenda-se retirar os ferrões com o auxílio de uma lâmina de canivete ou faca, raspando cuidadosamente rente à pele;

Lavar abundantemente os locais atingidos com água corrente, sem esfregar a pele para não espalhar mais rapidamente o veneno;

Aplicar bolsas de gelo no local das picadas para diminuir o inchaço.

Aplicar no local das ferroadas, sem esfregar, uma pomada com antialérgico e analgésico para amenizar as dores.

Nos casos de pessoas alérgicas e nos pacientes que não estão passando bem, procurar atendimento médico com urgência.

 

Fonte: G1