Usuarios On-line






quinta-feira, 27 de junho de 2024

Única sobrevivente de chicina em Viçosa do Ceará segue internada em estado grave



A única sobrevivente da chacina na praça de Viçosa do Ceará, a 350 quilômetros de Fortaleza, continua internada, está consciente, mas o estado de saúde dela ainda inspira cuidados, conforme informado por familiares à TV Verdes Mares nesta quinta-feira (27).

A mulher, identificada apenas como Amância, de 26 anos, foi uma das nove pessoas baleadas na madrugada do dia 20 de junho na Praça Clóvis Beviláqua, no Centro de Viçosa. Sete vítimas morreram no local e a oitava morreu um dia depois, no hospital.

No dia do crime, Amância estava acompanhada dos dois filhos: um bebê de 1 ano e uma adolescente de 13 anos. A criança conseguiu evitar os disparos com ajuda da irmã, que saiu correndo com ele nos braços a mando dos criminosos.

Já a mãe foi atingida por vários disparos. Antes de serem executadas, as vítimas foram rendidas pelos criminosos e colocadas lado a lado.

Um homem de 51 anos foi preso pela polícia na última sexta-feira (21), na cidade de Parnaíba, no Piauí, por suspeita de envolvimento com a chacina. Um veículo usado no crime foi apreendido.

Segundo a Secretaria da Segurança, ele é apontado como a pessoa que revelou aos executores o local onde as vítimas se encontravam em Viçosa. Após a captura, o suspeito foi autuado em flagrante pelos homicídios. A prisão em flagrante foi convertida em preventiva.

“Mais detalhes serão repassados em momento oportuno para não comprometer os trabalhos policiais em andamento”, disse a Secretaria da Segurança.

Fonte: G1 Ceará