Usuarios On-line






segunda-feira, 24 de junho de 2024

Cinco crianças baleadas em campo de futebol em Fortaleza permanecem internadas


Cinco crianças permanecem internadas em Fortaleza neste domingo (23), dois dias após serem baleadas em um campo de futebol na periferia idade. Três tiveram alta após se recuperarem do ataque, atribuído a facções criminosas pelo governador Elmano de Freitas (PT).

Uma criança de 8 anos, atingida na cabeça durante o ataque, permanece na UTI.
As crianças foram baleadas na noite de sexta-feira (21) no bairro Barroso. De acordo com testemunhas, os criminosos chegaram em dois carros, desembarcaram e atiraram contra as pessoas reunidas no local.

Uma criança de 10 anos e uma mulher de 48 morreram no local. Oito crianças ficaram feridas na ação: três meninas de 11, 13 e 16 anos, e cinco meninos de 8, 9, 10, 15 e 16 anos. A polícia prendeu um homem e um adolescente sob suspeita de participação no crime.


Um homem de 51 anos foi preso na sexta, sob suspeita de envolvimento na chacina. Ele foi localizado na cidade de Parnaíba, no Piauí. Um veículo que teria dado apoio no crime também foi apreendido.

Em nota, a SSPDS (Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará) diz que trabalha para identificar outros envolvidos no crime.

“A SSPDS destaca que as Forças de Segurança do Ceará seguem realizando diligências no intuito de capturar outros suspeitos de envolvimento nessa ocorrência. Equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e dos setores de inteligência foram enviadas para reforçar as ações na região”, disse a pasta.